Sendo do disco Uma Outra Estação, e não tendo grande referência e fama, como tantas outras desse disco ou de outras, Dado Viciado faz uma referência aos usuários de drogas, e como deixado muito claro por Renato Russo, o personagem da música, não faz referência alguma com Dado Villa-Lobos, o guitarrista da Legião Urbana. Isso além de deixado claro em entrevista, é dito também no encarte do disco, após a letra. Ela faz referência ao primo de Renato, viciado em drogas, como o personagem. Segue-se a interpretação e a letra:


Você não tem heroína, então usa Algafan
Viciou os seus primos, talvez sua irmã
Mas aqui não tem Village, rua 42
Me diz pra onde é que é que você vai depois
Por que você deixou suas veias fecharem?
Não tem mais lugar pras agulhas entrarem
Você não conversa, não quer mais falar
Só tem as agulhas pra lhe ajudar

Aqui, Renato refere-se ao uso e não uso de drogas, fala da influência que Dado cometia, com outros (viciou os seus primos...). Renato de uma certa forma, mostra como é incerto o caminho dos drogados, dizendo de seus o destino de suas idas, fala das veias, se referindo à Heroína, da mesma forma, dizendo sobre as "agulha entrarem" (usar agulhas no corpo) e fala que ele já não conversa, e não fala mais, e que não existe diálogo, em outras palavras, e sim, a droga para o consolar.

Cadê o bronze no corpo, os olhos azuis?
O seu corpo tem marca de sangue e pus
Você nem sabe se é março ou fevereiro
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?

Aqui, Renato faz a referência às influências, possivelmente. Pelo fato de dizer: "O que fizeram com você?", mas é claro, ninguém entra acompanhado. Tem que ter a vontade também.

Cadê os seus planos, cadê as meninas?
Você agora enche a cara e cai pelas esquinas
Eu quero você, mas não vou lhe ajudar
Não me peça dinheiro, não vou lhe entregar
Cadê a criança? Meu primo e irmão
Se perdeu por aí, com seringas na mão

Essa parte, podemos ver que ele já abandonou seus interesses pelo futuro, e os interesses pelas meninas. Fala que agora, ele "enche a cara e cai pelas esquinas", um ato de bêbados. Renato, fala a frase mais interessante à ser analisada nessa musica: "Eu quero você, mas não vou lhe ajudar", ou seja, ele quer ele recuperado, mas não vai ajuda-lo e completa "Não me peça dinheiro, não vou lhe entregar", a ajuda que ele diz, é essa, a financeira. Renato quer ver ele bem, mas pra poder ajudar, ele teria que dar dinheiro, e o dinheiro, como ele mesmo sabia, voltaria para as drogas. Ele fala do antigo "Dado", criança, primo e irmão, e diz que esse Dado, se perdeu com seringas na mão, ou seja, o antigo Dado, se perdeu com as drogas.

Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado
O que fizeram com você?
Dado, Dado, Dado

O que fizeram com você?

Aqui Renato repete a frase "O que fizeram com você", dizendo, como mencionado, a influência, mas também como ele mesmo provou ser, Dado entrou por esse caminho, além da influência, por seu próprio interesse e vontade.


Analisado e escrito por: Eduardo Rezende


7 comentários to "Interpretação: Dado Viciado"

  • Acho que quando o Renato pergunta "O que fizeram com você?" tem o objetivo de nos mostrar não apenas que as influências podem nos levar aos maus caminhos, mas que um bom rapaz pode se transformar em algo muito diferente do que é, dependendo das circunstâncias.

  • É muito interessante essa letra, apesar de simples é legal ver sempre o que o Renato pensa.

  • Ignorou essa parte: "Cadê o bronze no corpo, os olhos azuis?"
    O uso a longo prazo da cocaína deixa a pele com tonalidade mais clara. Após o uso a pupila se dilata, a tonalidade dos olhos quase desaparece com a dilatação ;)

  • Ficou faltando parte "trancado o dia inteiro dentro do banheiro" depois de "vc nem sabe se é março ou fevereiro"

  • Vc esqueceu de explicar a parte do "bronze no corpo e os olhos azuis" e esqueceu de mencionar a parte "trancado no banheiro o dia inteiro", mas Com tudo isso gostei da análise.

  • FALTOU CITAR O FAMOSO (ALGAFAN)QUE NOS ANOS 80 E 90 SUBSTITUIA A HEROINA,POR SER BEM MAIS BARATA,E O EFEITO SEDATIVO BEM PARECIDO.RENATO RUSSO FALA SOBRE ELA NA MUSICA,

  • qual a referencia em Village rua 42? alguem sabe?

Postar um comentário

Comentem aqui o que acharam ou o que pensam sobre!