Sendo muitas vezes comparada à "Daniel Na Cova Dos Leões", "Maurício" é uma das letras que exibe o amor de forma crítica não presente. O que ambas tem de sentido ou lógica? Dizem muitos legionários, que Maurício seria um suposto namorado do Renato, e que à ele foi feita a letra da música, mas isso nunca foi comprovado, nem em entrevistas, nem em seu livro. Enquanto a primeira seria a história de um amor, Maurício seria o nome de tal. Algo que fica claro em muitos escritos e relatos, é que Maurício, obviamente, seria uma letra bissexual. Nada diferente ou espantoso, uma vez que nesse mesmo álbum viria "Meninos e Meninas" sendo a música seguida de "Maurício".

Mas deixando tais paralelos de lado, "Maurício" é direta, bonita e simples. É apresentada em "As Quatro Estações" primeiramente, sendo a oitava faixa do álbum, e sendo apresentada novamente ao público, como a sexta faixa de "Músicas Para Acampamentos".

Já não sei dizer se ainda sei sentir
O meu coração já não me pertence
Já não quer mais me obedecer
Parece agora estar tão cansado quanto eu
Até pensei que era mais por não saber
Que ainda sou capaz de acreditar
Me sinto tão só
E dizem que a solidão até que me cai bem

A música fala de um amor que se foi. Um amor que é esperado pela parte do personagem.
Ele não sabe se ainda consegue sentir, seu coração já não lhe pertence, suas emoções e sensações,  não são mais suas. O coração (emoções e sensações, como dito), já não lhe obedece, e parece agora, estar tão cansado quanto ele, cansado de sentir, de correr atrás, de esperar.
Ele pensa que era mais por não ter a plena noção de que era capaz de crer que um dia seu amor voltaria, ou não.
A letra é bem "visível", como podemos ver. Ela está relatando, sem a necessidade de uma interpretação crítica, sendo mais uma observação prática.
Todos lhe dizem, que tal solidão, essa solidão que ele sente, esse sentimento de espera, de um amor que se foi, e que talvez (o provável), não voltará lhe faz bem, que ele fica melhor sozinho, mas ele como podemos ver, apenas sente a solidão, mas não crê nela.

Às vezes faço planos
Às vezes quero ir
Pra algum país distante
Voltar a ser feliz

Renato, aqui, poderia dizer na parte amorosa:
"Às vezes faço planos, ideias, monto pensamentos e tenho desejos de ir pra algum lugar longe, esquecer o trabalho, esquecer a minha vida, e essa espera angustiante, e voltar a ser feliz!", que se encaixaria melhor (obviamente) na letra, mas como ele diz em uma entrevista em 86, um novo pensamento, eu acho necessário e interessante colocar tal ponto: "Maurício, fala sobre a solidão. Voltando à coisa de política, ela tem um verso assim: 'Às vezes faço planos/Às vezes quero ir/Pra algum país distante e voltar a ser feliz'".

Já não sei dizer o que aconteceu
Se tudo que sonhei foi mesmo um
sonho meu
Se meu desejo então já se realizou
O que fazer depois
Pra onde é que eu vou?
Eu vi você voltar pra mim (...)

Aqui, seria a continuação da parte anterior.
Ele não sabe o que aconteceu, se todos os momentos foram reais, se todas as ideias foram concretas. Ele não sabe se os sonhos foram dele, os planos, e se o seu próprio desejo se realizou ("Voltar a ser feliz" (?)), e então, ele nos deixa a ideia da espera, a ideia novamente, de tal esperança sufocante, esse male que o corrói por dentro: "O que fazer depois?" Como continuar, depois de ser abandonado? O que fazer depois de ser deixado? "Bem, a solidão me cai bem, todos dizem, mas mesmo assim, o que vou fazer?", ele continua deixando outra pergunta: "Pra onde é que eu vou?", e ainda falando em ir-vir, indo-vindo, Renato deixa uma resposta: "O que vou fazer depois? Pra onde que eu vou? Eu vi você voltar pra mim. Eu sei que você voltará".
Renato completa na entrevista de 86 que "a música termina com um fecho positivo", e imagino eu, seria essa a razão, essa ideia de volta, que ele fica e aguarda sozinho. Ele espera seu (sua) fiel chegar, mesmo abandonado, pra aí sim, ficar acompanhado, contrariando a sociedade, uma vez que a solidão lhe cai bem, o que poderia ser um ponto de vista preconceituoso, caso for levado em conta a ideia de ser um relacionamento homossexual, mas ai, seria outra história...


Escrito e Analisado por: Eduardo Rezende


16 comentários to "Interpretação: Maurício"

  • Sobre "Maurício"... Renato em um show em Salvador diz que essa música é para um ex namorado. Isso é verdade! não é estória de legionário não.
    Abç!

  • Realmente Anônimo, logo após, ele canta "Meninos e Meninos" e diz que quando tocaram Maurício e ele disse que era pra um ex-namorado, todos ficaram quietos... rsrsrs. Agora a questão é saber qual né? rs. Obrigado pela visita, continue constante. Até mais ver!!

  • Num show em Porto Alegre, antes de tocar Meninos e meninas, ele diz que quando foi tocar Maurício em um show e falou que era para m ex namorado todos ficaram calados. Logo após isso ele fala que era mentira, e que a música para o seu ex era essa (Meninos e Meninas).

  • Obrigado pela informação e complemento!
    Seja sempre bem vindo!

  • Eduardo, parabéns pelo seu blog, muito boas as suas análises, já to seguindo o blog, beijo!

  • Muito obrigado, espero que volte sempre e seja sempre mais do que bem vinda ao lar de análises, que caminha do criador, às criaturas. rs.
    Muito obrigado pela participação, volte sempre!
    Força Sempre!

  • Muito interessante teu blog,parabéns viu

  • Seria esta música também inspirada na obra de Eduard Morgan Foster? A obra cujo título original é Maurice foi escrita com base em um amor homossexual, o próprio autor é conhecido por ser um solitário e que não haveria admitido nem a si mesmo sua homossexualidade.

  • Ah, parabéns pelo blog o encontrei agora, mas pelo que vi gostei muito do seu trabalho e interpretações. Roberta

  • Em um show Renato diz que essa é a "música proibida". Alguém sabe me explicar o motivo? Seria pelo fato de falar sobre um amor entre homossexuais?

  • http://grooveshark.com/#!/s/Apresenta+o+Maur+cio/58IDFO?src=5

  • Bom, as letras dele eram mt pessoais.... dei uma interpretação de que ele ja não aguenta mais dissimular a sua homossexualidade.
    ".. e dizem que a solidão ate que me cai bem..." ... ou seja, as pessoas que são contrarias a união sexual e não a vê com bons olhos.... qdo ele fala em viajar pra um pais distante pode estar falando aonde ele poderia casar e ser feliz, no modo de ver dele!! Na segunda parte ele parece estar alto, fora da realidade, confuso, entorpecido.....

    Enfim, parece viagem mas ele gostava de confundir...

  • Vi uma versao de mauricio em um show e Rebato diz que a musica foi feita porque um adecente sofreu acidente e as pessoas começaram a trata-lo de forma indiferente.

  • Mauricio foi feito para um rapaz chamado Mauricio de Santa Maria RS.. que tinha sofrido um acidente e ficou com sequelas e em um show da Legião na minha cidade ele tentou se aproximar do palco e os seguranças agrediram ele! mas o Renato parou o show e chamou ele para o camarim! depois ele surgiu com a musica e inclusive tem um video em que ele comenta sobre o assunto e foi noticia em diversos jornais aqui na minha cidade e no estado! um abraço e espero poder ter ajudado

  • lendas.....nesse show https://www.youtube.com/watch?v=33D4y1upoBk vejam vcs msmo...ele afirma q Mauricio é para seu ex namorado e em seguida ele canta ainda e cedo e afirma q e para sua ex namorada e ainda diz q gosta de esperimentar os dois mundos...

  • Anônimo, eu também numa apresentação da Legião Urbana no Mineirinho em Belo Horizonte, vi e ouvi o Renato Russo dizendo que a música Maurício foi feita para um ex namorado deli. Olha que tinham meus irmãos, primos e amigos além de milhares de pessoas na mesma apresentação. É isso aí querido, falou tudo! Abraço

Postar um comentário

Comentem aqui o que acharam ou o que pensam sobre!