Creio que nem teria o que falar dessa música, que é tão explícita, tão simples e direta.

Alegre, e diferente de outras do mesmo álbum, "O Mundo Anda Tão Complicado", traria mensagens do cotidiano de uma forma mais amorosa e feliz, nem tão obscura e enigmática que nem, por exemplo, "Metal Contra As Nuvens", que viria no mesmo álbum, ou "A Montanha Mágica", que são mais profundas e ao contrário da música seguinte, não são tão diretas.


Gosto de ver você dormir
Que nem criança com a boca aberta
O telefone chega sexta-feira
Aperto o passo por causa da garoa
Me empresta um par de meias
A gente chega na sessão das dez
Hoje eu acordo ao meio-dia
Amanhã é a sua vez

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você.

Temos que consertar o despertador
E separar todas as ferramentas
Que a mudança grande chegou
Com o fogão e a geladeira e a televisão
Não precisamos dormir no chão
Até que é bom, mas a cama chegou na terça
E na quinta chegou o som

Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo
E até que é fácil acostumar-se com meu jeito
Agora que temos nossa casa
é a chave que sempre esqueço

Vamos chamar nossos amigos
A gente faz uma feijoada
Esquece um pouco do trabalho
E fica de bate-papo
Temos a semana inteira pela frente
Você me conta como foi seu dia
E a gente diz um pro outro:
- Estou com sono, vamos dormir!

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você

Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação
De quem deixou a segurança de seu mundo
Por amor

A música nos dá a ideia de um relacionamento novo, onde Ele e Ela estão morando juntos ou pós (ou até "pré") casados. Eles esperam os móveis chegar na casa deles, e o resto da canção, gira em torno do "morar juntos", dos hábitos de ambos, dos êxitos - materiais - e dos planos que fazem juntos. Planos simples, como chamar amigos e "fazer uma feijoada", ficar de bate-papo, e pensar que tem a semana toda pela frente.

É uma música que não se deve fazer uma reflexão tão grande, por justamente ser tão exposta, mas que julguei de importância colocá-la, por ser uma música conhecida e diferente, por justamente ter e apresentar esse contraste em seu álbum, o "V".
Outro ponto (o único à realmente ser analisado) são os últimos versos, quando ele fala "...quem deixou a segurança do seu mundo por amor", e é realmente um verso que inspira e que acontece com todos nós! Quantos conhecemos? Pais, avós, tios, alguns de nós, até, que deixam a segurança de seu mundo, deixam o comodismo do mundo em que vive, pra poder viver ao lado de alguém que lhe mudou a vida, dando amor? Todos nós um dia ou abandonamos ou abandonaremos a nossa vida cômoda por amor à alguém ou algo, e é isso o que Renato quer dizer: Deixar a segurança/comodismo do mundo próprio e cômodo que vivemos, por amor à alguém (como na música) ou algo.


Texto e interpretação: Eduardo Rezende



16 comentários to "Interpretação: O Mundo Anda Tão Complicado"

  • Realmente, a sua interpretação foi fabulosa. Legião Urbana já era praticamente a melhor banda de todos os tempos pra mim mesmo tendo as minhas teorias sobre o significado delas, mas vendo o ponto de vista de outra pessoa, vejo como Renato conseguia atingir tantos corações de tantas formas diferentes.

  • Muito obrigado! Muito mesmo!
    Renato tinha uma mente brilhante e um talento que nenhum de nós jamais conseguirá atingir. Ele falava com a mente, escrevia com o coração, e entendia com a alma. Obrigado pelos elogios, volte sempre!

  • Adoro ver interpretações de músicas, principalmente quando se refere a legião urbana... Esta á uma banda realmente incrível, uma de minhas preferidas, e me inspiraram no título de meu blog "Somos Tão Jovens".
    Você mesmo quem faz as interpretações? Se sim, parabéns, você é realmente muito bom nisso, afinal, não é fácil interpretar a mente de um gênio como Renato... Se não, parabéns mesmo assim... rs
    Enfim, parabéns, parabéns, parabéns *-*
    http://daquioitentaanos.blogspot.com.br/

  • Muito obrigado querida! Muito mesmo!
    Sim sim, sou eu quem faço. No começo, fazia debates com duas amigas para tirarmos conclusões, mas isso durou algumas cinco musicas, e hoje faço sozinho. Meu muito obrigado, seja bem vinda!

  • Primeiramente, parabéns pelo blog. Muito Bom!

    Renato tinha um certo poder de fazer várias pessoas terem várias interpretações diferentes de suas letras. Eu percebo que em algumas ele fala de homossexualismo (já que o mesmo era gay) e os preconceitos existentes.

    Nessa música você começou a sua interpretação com: "A música nos dá a ideia de um relacionamento novo, onde ELE e ELA estão morando juntos...". Na minha opinião, esse casal não é ele e ELA, mas sim ELE e ELE, e por isso o refrão "Vem cá meu bem, que é bom viver O MUNDO ANDA TÃO COMPLICADO e hoje eu quero fazer tudo por você". E "a insegurança do seu mundo" refere-se justamente a "dar a cara a tapas", assumir-se apaixonado por alguém do mesmo sexo e enfrentar esse preconceito, porque o que importa é ser feliz, "EU AMO QUEM EU QUISER" dizia ele.

    Uma jogada interessante do Renato e que me reforçou essa interpretação, foi ele ter cantado esse refrão no final de "Meninos e Meninas" em 94 (no CD "Como é que se diz eu te amo").

    Mas em fim, estou apenas expondo meu ponto de vista. Sei que eu sou muito chato no que se refere a legião, Eduardo, sinta-se a vontade pra me esculachar nesse ou em outros possíveis comentários. Abraço e "Força Sempre!".

  • Imagine meu caro! Você sempre foi bem vindo e sempre será, ainda mais por expor seus pontos o que ajuda principalmente no blog!
    Quanto ao seu pensamento, realmente o fato dele dizer "O mundo anda tão complicado..." pode se encaixar, mas isso me fez levar por outro lado, quando se diz "insegurança do seu mundo" e levei pro lado "Liberdade", "independência" e não "Preconceitos" e "discriminações", mas é um ponto que se encaixa, e é uma música, como tantas outras, que nos dão um leque enorme de interpretações, análises e debates! Quanto ao vídeo, realmente pode ser por esse lado - ja o vi - mas acho que é como eu disse, ele abre a música pra vários modos, e reforço que colocar ELE e ELA na música não seria forma da minha pessoa ser preconceituosa! Disse apenas como um exemplo que é considerado "normal" pela sociedade (não que o seu oposto não seja). Em breve, novas interpretações! Muito obrigado, meu caro seguidor, você sempre estará livre para debater quando e como quiser! Até mais!

  • Esclarecendo que eu não achei você preconceituoso em algum momento, Eduardo.
    Abraço!

  • Claro, claro! Só mencionei os termos porque me esqueci de dizê-los durante a análise.

  • "Me empresta um par de meias", creio que seja ele-ele, é uma coisa boba isso, mas ja que é interpretação...

  • Cara, que interpretação mais errônea. Mas tá tão errada que eu resolvi escrever.
    Essa música, assim como Daniel na Cova dos leões e tantas outras, fala sobre um relacionamento gay. O maior erro dos heterossexuais é, de forma equivocada, achar que o Renato Russo só foi se assumir gay em "Meninos e meninas".

    Vou pegar só uns trechos para explicar melhor:

    "Me empresta um par de meias
    A gente chega na sessão das dez" - Pede um par de meias pra sua namorada, vc calçando 42 e ela 35, pra ver se dá certo.

    "Hoje eu acordo ao meio-dia
    Amanhã é a sua vez" - Denota a respeito de relações sexuais. Amanhã é minha vez de ser ativo, literalmente falando.


    "Quero ouvir uma canção de amor
    Que fale da minha situação
    De quem deixou a segurança de seu mundo
    Por amor" - Relata a inexistência de canções de amor destinadas a pessoas do mesmo sexo, bem como o fato de o indivíduo sair da zona de conforto, assumir-se homossexual e decidir viver com outra pessoa do mesmo sexo. Ele saiu da segurança para enfrentar o preconceito, indiferença e todas as dificuldades que um homossexual vive.

  • Certa vez, eu li em um site por aí, q o Renato tinha um namorado americano, e q vivia no "gueto" imagino q a música tenha sido feita pra esse americano, pq ele fala "Quero ouvir uma canção de amor/Que fale da minha situação/ De quem deixou a segurança do seu mundo/ Por amor"
    Mas posso estar errado pq não sei em qual época q o Renato namorou com ele, não sei se coincide com a época em q a música foi composta..

  • Olha só, quanto as meias não sei se eu que sou "anormal" mas eu sou mulher e uso com certa frequência as meias do meu namorado! ( aliás estou com elas, risos)

  • são varias interpretação, renato russo (genio)essa musica pra mim fala que devemos curti a vida o casal a familia esquecer o mundo la fora , simples e cada um faz isso de acordo com sua sexualidade.

  • A namorada consegue usar as meias do namorado, mas o contrário é quase impossível.

  • Renato estava montando seu apartamento com Scot seu namorado americano, nessa época.

  • a música fala exatamente sobre isso, sobre esse momento, sobre ele estarem montando um apartamento, vi uma entrevista do Dado contando sobre esse episódio.

Postar um comentário

Comentem aqui o que acharam ou o que pensam sobre!